O JARDIM DO ÉDEM

(ÉDSON – PRESBÍTERO EM CAXIAS – RJ)

 -GN 2:15-17

“E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar.
Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”.
-Portanto Deus colocou Adão no Jardim para cultiva-lo e guarda-lo. Ou seja, “cuidar”.

 

-O jardim, criado com todo cuidado, é uma figura belíssima da igreja. Devemos meditar nisso.

 

-No aspecto “cuidar”, podemos perceber que a igreja precisa de cuidados, discipulado, com o coração de pastor e pai, que são duas essências de Deus.

 

-O proposito é cuidar de vidas. “De graça recebemos, de graça damos”.

 

-Gn 6: 1-2-5

“1.E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas.

2.Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
5.E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente”.
-O povo desapercebido de Deus, que é a palavra (Cristo), se corrompeu absurdamente.

Portanto a palavra em nós, é fundamental no processo da edificação da igreja, que é a “Obra de Deus”, em nós.

A verdadeira religião:

Quando somos levados aos pobres, prisioneiros, doentes, o verdadeiro evangelismo tem seu lugar.

 

-Pois, além de falarmos do amor de Deus, das suas “boas novas”, temos de cuidar, dando continuidade de regar, adubar, podar, etc, porque senão a plantinha pode morrer, principalmente porque está no meio agressivo, e ela está frágil.

 

-Mt 26:42

“E, indo segunda vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade”.

 

-Jo 4:34

“Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a Sua obra”.

Jesus nos deixou o exemplo de buscarmos a vontade do pai, negando-nos a nós mesmos.